Inovar +

inovarmais

SIGE 3

sige3

Moodle

moodle

Email

inovarmais

P.A.A.

Instruções Gerais

Escrito por Escola. Publicado em Plano de emergência

 

PLANO DE EMERGÊNCIA

INSTRUÇÕES GERAIS

 

 

Instruções Gerais

  1. Se houver uma situação de emergência na Escola ela dispõe do seguinte alarme acústico para aviso de evacuação: 3 toques de campainha, interrompidos por pausas.
  2. É à Direção da Escola que compete decidir sobre a evacuação total ou parcial das instalações.
  3. A coordenação da evacuação das turmas é feita pelo professor e um aluno nomeado para o efeito e designado CHEFE DE FILA (auxiliar de evacuação). Em caso de evacuação, este segue à frente da turma, enquanto o professor é o último a sair, por forma a socorrer algum aluno que precise e a certificar-se de que não fica ninguém na sala.
  4. Ao ser determinada a evacuação das instalações, não se preocupe com o material escolar, siga rigorosamente as normas de evacuação.
  5. Os alunos devem sair da sala em fila indiana, sem corridas, mas em passo apressado, seguindo as setas de saída, as instruções dos coordenadores de evacuação e dos sinaleiros e que ocupam os locais estratégicos (pontos críticos), conforme previamente definido.
  6. Não pare nunca nas portas de saída. Estas devem estar completamente abertas e livres. Cabe aos funcionários, previamente designados, a abertura completa das portas. No entanto, alunos, professores e funcionários devem saber abrir completamente as portas para qualquer eventualidade na falta dos funcionários que têm essa função.
  7. Se tiver que utilizar as escadas, respeite a ordem previamente definida para o acesso ao corredor de escada previamente atribuído à sua turma e mantenha-se integrado na fila. Não volte atrás.
  8. Compete ao professor manter a ordem no ponto de reunião previamente definido para cada turma e proceder à conferência dos alunos, pelo que estes não devem abandonar o local sob qualquer pretexto e sem a devida autorização.
  9. O regresso à normalidade é definido exclusivamente pela Direção da Escola que informará pelos meios que considere convenientes.
  10. Se, numa situação de emergência, se encontrar isolado, verifique se não há perigo de deixar o local onde se encontra. Siga as setas de indicação de saída e dirija-se para o ponto de reunião previamente estipulado. Caso não consiga sair, lembre-se que deve sempre assinalar a sua presença.

 

Zonas de concentração:

 

Controlo de Alunos

Escrito por Escola. Publicado em Plano de emergência

 

 Plano de Emergência


Evacuação Urgente de Escola

 

Controlo dos Alunos

  • Na situação de evacuação urgente dos edifícios escolares, no momento e no local da concentração, é necessário exercer o controlo de quem está e não está, a fim de desencadear, se necessário, uma acção de salvamento pelos meios de socorro externo (bombeiros) a alguém em situação crítica.
  • Assim, caberá a cada professor que enquadra uma turma exercer o referido controlo nessa turma. Para isso, deverá, logo que se encontre com a turma na respetiva zona de concentração, verificar as presenças dos alunos e registar, no impresso que está disponível no fim de todos os livros de ponto, os alunos que estão a faltar na zona de concentração.
  • Convirá conhecer a situação dos alunos a faltar na zona de concentração. Por isso, na folha de registo das faltas indicam-se várias situações possíveis:
    1.    Alunos a faltar todo o dia;
    2.    Alunos a faltar só a um tempo (falta intercalar);
    3.    Alunos que não faltaram à aula mas faltam na zona de concentração.
  • Mesmo em relação aos alunos a faltar todo o dia, convirá que o professor averigúe junto dos outros alunos se há notícia da presença deles na Escola.
  • Os alunos que não se encontram em sala de aula, numa situação de emergência devem concentrar-se na zona reservada à sua turma.
  • Pede-se pois ao Professor que registe a falta dos alunos no impresso, marcando com uma cruz (X), à frente do nome do aluno, a coluna correspondente à situação constatada.
  • Este procedimento (marcação das faltas) deverá ser rápido, a fim de disponibilizar o “impresso de registo de faltas” que o Professor deverá entregar a um elemento que percorrerá as várias zonas de concentração das turmas.
  • O Professor e a Turma devem permanecer na respetiva zona de concentração, de forma organizada, até que a Direção Executiva dê indicação para regressar às salas ou “destroçar”.

 

 

Procedimentos para Professores

Escrito por Escola. Publicado em Plano de emergência

Normas de evacuação (Professores )

Procedimentos a adoptar em caso de incêndio.

Ao sinal de alarme, deverá repetir a ordem de evacuação com voz calma e autoritária de forma a evitar o pânico.

  • Ordenar ao Delegado/Subdelegado da turma que estiver a leccionar para abrir a porta da sala e conduzir os restantes alunos, atrás de si, no caminho de evacuação.
  • Dirigir os alunos para as saídas indicadas) orientando a sua deslocação para os locais de concentração (trajecto indicado nas plantas de emergência).
  • Não deixar os alunos regressarem sob qualquer pretexto.
  • Verificar no local de concentração (através do livro de ponto),' se falta algum dos alunos que estavam presentes na sala.
  • Permanecer com os alunos no local de concentração até receberem instruções das entidades competentes.

 

 

Procedimentos a adoptar em caso de sismo.

  • Manter os alunos afastados das janelas, lâmpadas, móveis ou objectos grandes ou pesados.
  • Ordenar aos alunos que se protejam debaixo das mesas, nos cantos das salas ou debaixo das portas interiores.
  • Transmitir a todos as ordens com voz calma e segura, de forma a evitar o pânico.
  • Após o 1° abalo, seguem-se Outros de menor intensidade (réplicas), por isso não deve deixar os alunos abandonarem ,a sala e os locais de protecção, sem ter a certeza que estes já não correm perigo ou sem ter ouvido sinal de alarme.
  • Quando for seguro abandonar o local, dê a ordem de evacuação e oriente os alunos no percurso de evacuação, em direcção ao ponto de concentração.
  • Ao sair do edifício em direcção ao local de concentração, verifique se todos se mantêm afastados do mesmo, dos muros e das colunas (pilares) susceptíveis de cair. O professor dentro da sala de aula deverá actuar como CERRA FILA

 

 

Instruções Especiais de Actuação para a Equipa de Evacuação – Cerra Fila

  1. Objectivo: Definição das acções a tomar pelo Cerra fila.
  2. Âmbito / Aplicabilidade: Sempre que ocorra um cenário de sinistro.
  3. Responsabilidade / Destinatários: Cerra Fila (Professor/ Funcionário /Aluno) .
  4. Modo Operatório: Logo que se ouça o sinal sonoro de evacuação da zona , deve :
    1. Assegurar que foram aplicadas as instruções especificas de actuação.
    2. Caso seja professor e esteja em aula levar consigo o livro de ponto.
    3. Garantir que as pessoas em dificuldades são ajudadas.
    4. Cada individuo com dificuldades deve ser ajudado por dois indivíduos sem problemas.
    5. Assegurar que ninguém fica para trás.
    6. Impedir que as pessoas voltem para trás.
    7. Efectuar a conferencia dos alunos utilizando a relação da turma existente no livro de ponto, preencher a folha de controle de presenças existente no livro.
    8. Aguardar no ponto de encontro , com o grupo , até novas ordens , ajudando a manter o grupo tranquilo.

 

Procedimentos para Alunos

Escrito por Escola. Publicado em Plano de emergência

Alunos

 

Normas Gerais de Segurança

  • Zelar pela não danificação do material de combate a incêndios que exista na escola (extintores, mangueiras de incêndio) pois, em caso de emergência, esse material é imprescindível e muito importante.
  • Respeitar as proibições e avisos que se referem à segurança.
  • Informar os professores, funcionários ou Conselho Executivo, de qualquer situação anormal que possa pôr em risco a segurança de todos, de forma a prevenir o acidente.
 

Procedimentos a adoptar em caso de incêndio

 

  • Não entrar em pânico.
  • Abandonar o local de forma Rápida e ordeira, seguindo o trajecto indicado nas plantas de emergência. Nunca voltar atrás, nem parar nas portas de saída ou nas escadas.
  • Ajudar sempre os colegas mais assustados, evitando que eles entrem em pânico.
  • Quando na sala de aula, seguir as instruções do professor e abandonar o local em grupo. formando uma coluna.
  • Dirigir-se com o(a) professor(a) e os colegas para o local de concentração.

 Procedimentos a adoptar em caso de sismo.

  • Quando estiver em qualquer espaço coberto da escola,
  • nunca correr para a saída,
  • Manter-se afastado das janelas, lâmpadas, móveis ou objectos grandes ou pesados.
  • Proteger-se debaixo das portas interiores, nos cantos da sala ou do edifício e debaixo das mesas de madeira.
  • Após o 1° abalo, acontecem Outros de menor intensidade (réplicas), por isso só se deve abandonar a sala ou o local quando se ouvir o sinal de alarme ou se forem dadas instruções 'nesse sentido por professores ou funcionários.
  • Quando for dado o sinal para abandonar o local, devem ser seguidas à  risca todas as regras de evacuação em caso de incêndio atrás referidas.
  • Depois de sair do edifício, em direcção ao ponto de concentração, deverão manter-se afastados do mesmo, dos muros e das colunas (pilares) que poderão desabar .
  • Quando se encontrarem no recinto exterior, na altura do abalo, devem encaminhar-se logo para o ponto de concentração, sempre afastados das construções que podem desabar.

M. da Educação

C.M. de Alpiarça

CF Lezíria do Tejo

APEEA

 

Localização

Quem está online

Temos 18 visitantes e 0 membros em linha

O nosso website usa cookies para ajudar a melhorar a sua experiência de utilização. Ao utilizar o website, confirma que aceita a sua utilização. Esperamos que esteja de acordo. Conheça a nossa política de utilização de cookies.
Mais Informação Ok